Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

Consulta das 34 semanas

Hoje fui ver-te, minha little C. O papá não conseguiu ir, o avô e o mano acompanharam-nos e por isso foi uma consulta diferente. Diferente foi, igualmente, o ambiente na CUF. A unidade de ginecologia/obstetrícia estava praticamente deserta quando chegamos. O S. João terá que ver com isso.

A mamã começou pela triagem e está tudo bem. Numa semana engordou 1 kg!!! Os gelados estão a dar cabo da nossa linha (mas sabem tão bem...)! É sempre assim, a mãe perde-se na reta final! Entramos no consultório e a dra. MJM foi uma querida, como sempre, e disse que a mãe está sempre bonita. E eu que me sinto tão maltrapilha...tão desleixada. Seguiu-se o CTG. Na sala estava outra mamã, com o marido e o filho. Confesso que senti mesmo muita falta do papá nesse momento. O exame começou e fiquei ali, encantada a ouvir o bater do teu coração. É sempre uma emoção enorme. O resultado foi positivo: batimentos certinhos, muitos movimentos fetais e zero contrações.

Regressamos, mais tarde, ao consultório. A dra. teve de fazer uma coisa chata: a colheita de fluidos para deteção da bactéria do Streptococcus agalactiae. Não tinha feito do mano e quis saber do que se tratava. Explicou-me que se trata de uma bactéria muito comum, que costuma colonizar a zona da vagina, do intestino e do reto das mulheres. Esta bactéria não é muito problemática para a mamã, mas pode causar complicações para o bebé durante o parto. A transmissão ocorre, geralmente, após a rotura da bolsa ou durante a passagem do bebé pelo canal vaginal. As preocupações principais para os recém-nascidos são pneumonia, meningite ou septicemia e, como tal, faz-se o exame para iniciar profilaxia e prevenir estas situações. Não custou nada fazer o exame. A dra. e a mãe falaram o tempo todo de férias, de viagens, de maridos e de quão especial é o pai para a mamã. A dra. percebeu que o teu papá é um querido e confessei-lhe a minha sorte.

Chegou, por fim, o momento mais aguardado: a eco. Estavas novamente de frente. Tens um rosto tão redondinho, umas bochechas fofas e um nariz e boca muito perfeitinhos. A dra. acha que vais ser muito gira. O teu desenvolvimento está bom e engordaste mais 200 gr. Os teus rins parecem estar na mesma...nunca pior! E para a semana lá voltaremos. Aguenta-te mais 3 semanas, está quase minha bonequinha!

 

1 comentário

Comentar post