Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

Às 27 semanas de gravidez...

...numa consulta de rotina descobri que tinha o colo do útero curto, com apenas 25 mm. Para quem desconhece, o colo do útero curto representa o perigo de um parto prematuro. A par deste brinde, estava cheia de contrações, de Braxton é certo, mas ainda assim contrações às 27 semanas nunca é de ignorar. Resultado: voltei à cama, à progesterona e ao magnésio.

Confesso que passei três dias inteiros a chorar, não me consegui controlar. Voltei a sentir pavor de a perder, de pensar que poderia ter problemas de saúde se nascesse tão prematura...questionei-me sobre o que estaria a fazer mal...deixei-me mergulhar na angústia de que sentiria dores físicas e emocionais de novo. Senti uma revolta imensa por não poder viver a minha gravidez. Senti uma culpa galopante por me sentir assim, por não controlar as minhas emoções e por estar a prejudicar a minha bebé com este estado de espírito. Acredito que o nome certo para o que tenho passado seja depressão...porque fabulamos que este estado de graça seja tudo flores, sorrisos e uma felicidade imensa. E deveria de ser! Todas as grávidas deviam ter o direito a uma gravidez tranquila! Não é, todavia, fácil conseguir ultrapassar o sentimento de impotência quando os problemas batem à porta e quando está em causa a vida do nosso bebé, que é a nossa também. Não o está a ser para mim, pelo menos. Vou procurando, contudo, ultrapassar esses sentimentos negativos, escolhendo ver o copo meio cheio e agarrando-me às coisas boas. Em boa verdade, aos 36 anos, e no meio de uma verdadeira rotina esquizofrénica, engravidei logo na primeira tentativa...de uma menina, que era um dos meus maiores desejos. Há mulheres que passam por situações desesperantes, porque não conseguirem engravidar e só posso dar-me por muito feliz por não ter de passar por tal dor.

Já fui, novamente, observada e o meu colo recuperou ligeiramente. Hoje faço 30 semanas e continuo quietinha, à espera que chegues...mas só daqui a 7 semanas, ok bebé C.?