Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

35 semanas de gravidez

O bebé:

  • O bebé encaixa-se na pélvis e posiciona-se para nascer (embora nem sempre de cabeça para baixo).
  • O sistema gastrointestinal ainda é imaturo e permanecerá assim até 3 a 4 meses após o nascimento.
  • Os pulmões estão maduros e prontos para o nascimento.
  • Cerca de 15% do volume corporal consiste em reserva de gordura.
  • Consegue controlar e manter a temperatura do corpo.
  • O bebé recebe anticorpos da mãe que o protegem de infeções.
  • Começam a formar-se dobras nos cotovelos, joelhos, punhos e pescoço.
  • A placenta representa cerca de 1/6 do peso fetal.
  • O bebé já consegue sentir as carícias feitas no abdómen da mãe, que acha bastante reconfortantes e agradáveis. Massajar a barriga é uma forma muito especial de estabelecer contacto e comunicar com o seu filho

 

A mamã:

  • O seu corpo continua a preparar-se para o parto. 
  • A posição do bebé aumenta a pressão que exerce sobre os seus órgãos internos e a pélvis o que pode causar algum desconforto. A pressão sobre o estômago e os rins podem originar problemas de digestão e aumentar as idas ao WC.
  • O cansaço, as insónias e a ansiedade acumulam-se e aumentam progressivamente à medida que os dias passam e a data do parto se aproxima o que pode afetar a qualidade do sono e a sua disposição. Informe-se sobre o que é expectável acontecer durante o trabalho do parto para se preparar e antecipar questões. Converse com o seu médico sobre todas as dúvidas e questões que tiver. Partilhe as suas emoções com o seu companheiro e envolva-o neste processo.
  • O líquido amniótico renova-se de 3 em 3 horas.

 

Dicas:

  • A partir desta semana, deverá estar atenta aos movimentos fetais devendo registá-los no seu Boletim de Saúde da Grávida. Deve sentir o seu bebé a mexer pelo menos 10 vezes durante o período de 12 horas, a contar das 9 da manhã. Se não sentir movimentos durante 12 horas seguidas, pode ser um sinal de que o bebé está em sofrimento. Neste caso, deve dirigir-se o mais breve possível à Maternidade/Hospital para avaliação do bem-estar do bebé.
  • À medida que a data do parto se aproxima, poderá sentir alguma ansiedade em ter tudo pronto e começar a fazer listas de cabeça. O próprio parto também é motivo para se sentir mais apreensiva, especialmente se está grávida do seu primeiro filho. Aproveite as aulas de preparação para o parto para conversar com outras grávidas e para se informar como tudo vai acontecer. Prepare-se o melhor que puder. Se estiver bem informada sobre o processo físico do parto, enfrentará cada uma das fases com mais tranquilidade e segurança.
  • Os cinco sentidos do seu bebé já funcionam em pleno. Estimule-o através do toque, das massagens na barriga, da música, da sua voz. Apesar de parecer ainda muito cedo, a interação prematura é crucial para que o seu filho se desenvolva de forma saudável e emocionalmente equilibrado.
  • Se tiver um ou mais filhos, reserve alguns momentos para se sentar com eles. Acariciem a barriga, falem com o bebé, observem os seus movimentos. A promoção da ligação emocional dos irmãos com o bebé é fundamental para a sua futura integração no núcleo familiar e para que os irmãos se sintam parte ativa e seguros no acolhimento do novo membro da família.

In http://www.maemequer.pt/

2 comentários

Comentar post