Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

No meu reino

Episódios de uma família como tantas outras

34 semanas de gravidez

 

O bebé:

  • O bebé continua a desenvolver o seu sistema imunitário.
  • Os seus movimentos tornam-se mais lentos e amplos devido à falta de espaço no útero.
  • As unhas dos dedos das mãos atingem as pontas dos dedos.
  • Caso o seu bebé não tenha “dado a volta”, ou seja, ainda não se tenha posicionado de cabeça para baixo, o seu médico poderá manipular o bebé através do abdómen para que se vire

 

A mamã:

  • A postura que se vai naturalmente adotando, de barriga para a frente e quadris para trás, não favorece a correta posição da coluna da coluna vertebral provocando dores e desconforto. Este desconforto vai aumentando ao longo da gravidez devido ao aumento do peso do bebé. Para minimizar estes sintomas, procure adotar uma postura adequada, o mais vertical possível, corrigindo a posição sempre que tender a dobrar as costas, evite o aumento excessivo de peso, faça exercício regularmente ou caminhe calmamente sempre que tenha oportunidade, pratique exercícios de relaxamento e evite o uso de calçado desconfortável, demasiado apertado com saltos rasos ou altos.
  • Durante a gravidez o seu peito prepara-se para a amamentação: vai aumentar de tamanho, a aréola ficará mais escura, e as glândulas de Montgomery aumentam. A pele parece mais fina e as veias mais visíveis. O sistema de ductos (canais) aumenta e diferencia-se assim como os alvéolos, lóbulos e lobos.
  • Por volta desta semana, a sua placenta atinge a maturidade. Durante as próximas semanas, começara a envelhecer.
  • O volume de sangue em circulação no seu organismo aumentou cerca de 50% desde o início da gravidez. Agora deverá manter-se neste nível até ao final da gestação.
  • Durante a gestação, o crescimento da barriga altera o centro de gravidade do corpo e, por consequência, a sua postura. Em paralelo, a diminuição da rigidez das articulações da bacia (que se prepara para a dilatação necessária para a passagem do bebé pelo canal de parto) em conjunto com a curvatura para a frente, pode originar dores lombares com frequência e com alguma intensidade.

In www.maemequer.pt

Imagem retirada da internet